- “Pois reajam!” - gritou Adalberto. - “Reajam e lutem, porque, como eu estava dizendo, existem os que oprimem de início, sonhando com uma justiça mais alta, com uma sociedade nova, com uma vida em que ninguém, principalmente os pobres, que estão sós, tenha que enfrentar mais, sozinho, a sujeira e a desordem da vida! É por isso que eu acredito na América Latina! Quando nós não nos envergonharmos mais da nossa tendência para o caudilhismo, a guerrilha e o cangaço, quando nós provarmos que a nossa vocação autocrática pode ser orientada e inclinada para a organização de um verdadeiro Estado, aí sim, teremos todas as qualidades do nosso Povo retificadas e unificadas pela verdade. Ficará claro que só num verdadeiro Estado, organizado à base da verdade e da justiça, é que o homem pode realizar sua inclinação natural para o bem, a mansidão, a fraternidade, a generosidade, e tudo mais que nos afasta do egoísmo e da crueldade. Suas idéias, Arésio, deixarão de ser uma faca de dois gumes, e os mansos e misericordiosos não terão mais que se dilacerar na violência justa e na crueldade necessária, porque, pela primeira vez na história, a justiça e a misericórdia estarão reunidas e unificadas numa coisa só!”. Folheto LXXIX, Pág. 638. A Pedra do Reino, Ariano Suassuna. 2007.
invrses:

adrien merigeau
once upon a time there was no time.
it held us like water. from custody, by louis gallo (via invrses)

(Fonte: mitochondria, via invrses)

615 notas
artistic-depictions:

Composition with Red and Blue, Piet Mondrian, 1930, oil on canvas
visualobscurity:

Nastya Kaletkina

Paul Klee, South Coast in the Evening, 1925